Tudo o que você precisa saber sobre a DIMOB!

Você já ouviu falar sobre a DIMOB? Também conhecida como Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias, essa documentação é importantíssima nos segmentos do ramo imobiliário, por isso, prestar atenção em sua emissão e verificabilidade é primordial, principalmente entre pessoas jurídicas que exerçam algum tipo de atividade comercial na compra, locação ou revenda de imóveis. 

Ficou interessado nessa temática? Então, vem com a gente, pois este artigo que preparamos está repleto de informações sobre a DIMOB, seu público alvo, sua importância e como a declarar. Aproveite a leitura!  

Conheça mais sobre a DIMOB  

Com o intuito de aumentar a fiscalização de empresas e pessoas jurídicas relacionadas ao comércio de imóveis, o Governo instituiu a DIMOB, em 2003. Com isso, a declaração se configurou em um formato anual, no qual as corporações que apresentarem vendas e locações de imóveis devem encaminhar a declaração, por intermédio de certificação digital, à Receita Federal. 

Assim sendo, a declaração servirá como um parâmetro de análise de dados, informações e projeções para o escopo de taxas e impostos de renda, além de regularizar essas estatísticas, a mensuração dessas métricas contribui para a diminuição de fraudes. 

Importância para o setor imobiliário 

Partindo do pressuposto que as pessoas jurídicas e as corporações ligadas ao escopo imobiliário, a DIMOB exerce um papel de protagonismo nas questões que tangem esse tema, haja vista que, por se tratar de uma declaração de regularização, a ausência dessa documentação pode ocasionar problemas e prejuízos para as negociações. 

Nesse viés, como um fator fiscalizatório, a atuação da receita abrange também a proteção de clientes consumidores, garantindo que as interações entre os prestadores de serviços imobiliários e os clientes sejam seguras, e identificando o seguimento das leis, normas e diretrizes. 

Como fazer o requerimento? 

O processo de solicitação da documentação é bastante simples, para realizar esse pedido, basta acessar o site oficial da Receita Federal e preencher corretamente todos os campos até o último dia do mês de fevereiro. Entretanto, mesmo sendo um procedimento, relativamente, fácil, é importante atentar-se a todos os campos, já que, a ausência ou apresentação de documentos inválidos, pode desencadear o indeferimento da solicitação. 

Quem deve apresentar a DIMOB? 

  • Corretores de imóveis; 
  • Imobiliárias; 
  • Empresas segmentadas em locações de imóveis; 
  • Agências de anunciação de imóveis, para compra ou locação; 
  • Construtoras de propriedades próprias; 
  • Empresas administradoras do ramo imobiliário. 

Conseguiu compreender a importância que a DIMOB exerce nos segmentos relacionados ao mercado imobiliário e como ela pode ser declarada? Então, fique atento para manter sua empresa dentro de todas as normas e leis que regem os negócios imobiliários.  

Gostou desse artigo? Aproveite para ler outros textos que temos em nosso blog, porque aqui trazemos diversos conteúdos sobre dicas, tendências, curiosidades e inovações do ramo imobiliário.